UA-5888021-4

Importância do backup externo

Importância do backup externo

Importância do backup externo

Hoje vou falar sobre a importância de possuir um backup externo dos dados críticos da empresa.

Os gestores das empresas de pequeno e médio porte muitas vezes não dão a devida importância ao seu backup e só começam a se preocupar quando ocorre perda de dados e não é possível recuperar do backup existente.

Até pouco tempo atrás, o único recurso para backup externo de empresas de pequeno e médio porte era algum processo manual, que envolvia o uso de HD externo, fitas DAT ou LTO e uma rotina manual do empresário ou gestor da empresa de levar e trazer as mídias de backup da empresa para sua casa.

Esses processos eram necessários pois a internet “comum” usada em empresas de pequeno e médio porte até pouco tempo atrás não suportava o envio de grande volumes de dados, o que inviabilizava realizar esse backup externo pela internet, sendo necessário o processo manual.

Esse processo manual tinha diversos riscos e problemas, abaixo elenco os principais:

  • Risco de esquecimento de retirar da empresa ou trazer de volta a mídia de backup, o que impede de realizar todos os backups agendados
  • Risco de dano físico na mídia de backup utilizada, devido ao transporte diário da mesma
  • Risco de perda ou roubo/furto da mídia de backup no trajeto para casa, gerando risco de vazamento de dados importantes da empresa

Atualmente, com o aumento da banda dos links de internet fornecidos pelas operadoras, principalmente no que diz respeito ao upload do link, é possível realizar o backup em nuvem da empresa e ter uma garantia maior dos dados em qualquer caso de desastres.

O backup em nuvem serve para os seguintes desastres:

  • Incêndio do imóvel
  • Alagamento do local onde fica armazenado o servidor e backup local
  • Roubo/furto do servidor e do backup local
  • Redundância para o backup local, quando o mesmo falha por algum motivo
  • Ataque hacker
  • Infecção por vírus como Ransomware
  • Falhas de hardware do servidor e/ou do backup local

Realizar um backup na nuvem não significa que não deve ser mais usado o  backup local. Cada um tem sua finalidade e recomendamos aos clientes manterem os dois tipos de backup, utilizando a regra 321 para a criação de sua rotina de backups, conforme segue:

  • 3 – Possuir 3 Backups
  • 2 – Ter o backup em 2 destinos diferentes
  • 1 – Ter pelo menos uma cópia fora da empresa

Quer saber mais sobre backup para empresas de pequeno e médio porte? Acesse aqui e veja dicas em outro post aqui no blog.

Caso sua empresa precise de apoio para o planejamento, desenho, criação e monitoramento da rotina de backup em nuvem, conte com a ajuda da Rastek Soluções, preencha o formulário abaixo e entraremos em contato.


Juarez Fortes
Juarez Fortes

Diretor Comercial da Rastek Soluções, é formado em Administração de Empresas e possui pós-graduação em Gestão de TI. Ele é o responsável por traduzir os assuntos técnicos para os gestores das empresas, garantindo melhor comunicação entre a TI e o negócio.

Deixe uma resposta